www.sebraeap.blogspot.com.br - Divulgação das ações do Sebrae Amapá e seus parceiros.

sábado, 23 de junho de 2018

Feira de Negócios em Mazagão supera expectativa de público


















O Sebrae e os expositores comemoram a abertura oficial da Feira de Negócios de Mazagão. A organização contabiliza, no primeiro dia, o número de 1600 visitantes que circula no evento

Denyse Quintas
De Mazagão/Amapá

A Feira de Negócios realizada pelo Sebrae, no município de Mazagão, ocorre na Quadra Poliesportiva da Escola Estadual Dom Pedro I, no período de 22 a 24, das 17h às 22h. O evento supera as expectativas de público, aquece a economia com as novas oportunidades de negócios e de parcerias, gera competividade e apresenta a cultura local.

O diretor-superintendente em exercício do Sebrae, Waldeir Ribeiro, faz referência a mudança substancial de estratégia, na realização de feiras da instituição. Onde a diretoria do Sebrae deixou de realizar a Feira do Empreendedor em Macapá, uma vitrine de negócios; para realizar a feira de negócios nos municípios, onde já acontecem em Santana, Laranjal do Jari, Oiapoque e agora em Mazagão.

“É possível realizar o evento anualmente, com resultados positivos, medir a satisfação dos expositores, da população e dos parceiros, que prestigiam a feira e se integram a programação”, disse o diretor-superintendente em exercício do Sebrae, Waldeir Ribeiro.

O prefeito do Município de Mazagão, João da Silva, conhecido na região como professor Dudão, expressa gratidão ao Sebrae, na abertura oficial da Feira de Negócios e fala sobre a atitude empreendedora no município.

“Mazagão vive uma nova fase em parceria com o Sebrae, uma fase para usar todo o seu potencial para gerar qualidade de vida às pessoas. Nos comprometemos para que a próxima feira seja maior, para destacar a importância de aquecer a economia com os pequenos negócios e com a cultura”, declara o prefeito do Município de Mazagão, João da Silva.

A empresária do setor de confecções em Santana, Terezinha Valente, conta que recentemente fechou as portas da loja e que encontrou na Feira de Negócios de Mazagão, a oportunidade de recomeçar. Investiu no deslocamento para comercializar o estoque da loja.

Estrutura

O Sebrae realiza a Feira de Negócios de Mazagão, com uma estrutura de 15 estandes comerciais de vestuário, sapatos, bolsas, acessórios, cosméticos, alimentos e prestação de serviços diversos, entre eles, segurança e limpeza.

Parceiros
São parceiros do Sebrae, na Feira de Negócios de Mazagão, a Prefeitura Municipal de Mazagão, Policia Militar do Amapá (PM/AP), Secretaria da Receita Estadual (SRE), Fundação Municipal de Turismo e Cultura de Mazagão, Escola Estadual Dom Pedro I, empresas de Macapá – Betral Veículos, Haus Bier, AABB,Instituto Qualificar, Shopp da Vovó e Rústic Hamburgueria; empresas de Santana – Fruit Salad, Rei do Pastel e Percepton; empresa de Mazagão – Neuza Fashion, Restaurante da Lula, Ciclo Lima, Menino Jesus e Salão Centro de Beleza Mulher.
Estão na coordenação da Feira de Negócios de Mazagão, a gerente da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae, Conceição Mira e a coordenadora do Escritório Regional do Sebrae em Santana, Sandra Tocantins.


Serviço
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap
Share:

quinta-feira, 21 de junho de 2018

Fórum Nacional dos Juizados encerra no Sebrae






O 43º Fonaje encerra no Amapá com a realização da Ação Sábado é Dia de Negociar, que chega à 31ª Edição, em 11 anos de cooperação entre o Sebrae e o Tjap


Denyse Quintas 

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas (Sebrae) e o Tribunal de Justiça do Estado do Amapá (Tjap), recebem as autoridades do 43º Fórum Nacional dos Juizados Especiais, para conhecerem e vivenciarem a prática o Sábado é Dia de Negociar. Ação que promove a conciliação dos processos relacionados a conflitos entre consumidores e comerciantes de bens e serviços na Capital.

Na ocasião, os Magistrados dos Tribunais de Justiça do Amapá, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro e Alagoas atuaram como conciliadores honorários nas mesas de negociação.

O presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Mateus Silva, media a reunião na Sala do Conselho, junto a diretoria executiva do Sebrae, desembargadores, representante do Sebrae Nacional e das entidades empresariais no Amapá.

“O Sábado é Dia de Negociar, facilita justiça aos pequenos negócios de uma forma que o empresário e o cliente restabeleçam o crédito. O Sebrae e o Tjap promovem a justiça de conciliação e trabalham para o ambiente favorável de desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e consequentemente para o aquecimento na economia. A justiça do Amapá, realmente atende a essa necessidade de resgate do crédito e o Sebrae defende a causa do empreendedorismo”, disse o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae, Mateus Silva. 

De acordo com a juíza titular do Juizado Especial Cível Central da Comarca de Macapá (Vara da Microempresa e Empresa de Pequeno Porte), Eleusa da Silva Muniz, nesta 31ª edição, do Sábado é Dia de Negociar, acontecem 300 audiências de conciliação.

O analista técnico, Gilberto Socoloski, que representou o Sebrae Nacional e o gerente da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae Nacional (UPPDT/Sebrae/NA), Bruno Quick, considera a prática exitosa. “É um projeto que favorece o judiciário já que desafoga as toneladas de processos que se arrastam há anos, e por sua vez os empreendedores conseguem resolver os problemas e os consumidores voltam a ter crédito”, declara o analista técnico na UPPDT/Sebrae/NA, Gilberto Socoloski.

Para o presidente do 43º Fonaje, juiz Erick Linhares, do Tribunal de Justiça de Roraima (Tjrr), afirma que a prática que vem dando certo aqui no Amapá pode ser replicada em outros estados da federação. “Temos que levar essa boa prática para o Brasil como uma experiência de sucesso de apoio ao empresário de micro e pequeno negócio, até como uma forma de fomentar a economia”, finaliza o presidente 43º Fonaje, juiz Erick Linhares.

Fonaje

O 43º Fórum Nacional dos Juizados Especiais (Fonaje), aconteceu no Amapá, no período de 13 a 15 de junho, no Tribunal Justiça de Regional Eleitoral da Zona Norte e o no Tribunal Regional Eleitoral no Centro. O tema nesta edição foi “O fortalecimento do Sistema e reconstrução dos Juizados Criminais”. 

Mesa Redonda

A programação de encerramento ocorre com uma mesa redonda sobre A Importância do Acesso à Justiça das Micro e Pequenas Empresas, na Sala do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae (CDE/Sebrae/AP) e conta com as presenças do presidente do CDE no Sebrae, Mateus Silva; diretor-superintendente em exercício no Sebrae, Waldeir Ribeiro; diretora técnica do Sebrae, Isana Alencar; analista técnico, Gilberto Socoloski, que representou o Sebrae Nacional e o gerente da Unidade de Políticas Públicas e Desenvolvimento Territorial do Sebrae Nacional (UPPDT/Sebrae/NA), Bruno Quick; desembargadores e juízes participantes do 43º Fonaje e representantes das instituições, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Amapá (Fecomércio), Associação Comercial e Industrial do Amapá (ACIA), Associação Amapaense de Supermercados (Amaps), Federação das Entidades de Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do Amapá (Femicro), Associação dos Distribuidores e Atacadistas do Amapá (Adaap) e Federação das Indústrias do Amapá (Fieap).






Serviço:
Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
Blog: www.sebraeap.blogspot.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap
Share: