www.sebraeap.blogspot.com.br - Divulgação das ações do Sebrae Amapá e seus parceiros.

quarta-feira, 31 de julho de 2019

Chega a R$ 1.350 milhão, volume de negócios gerado por 14 empresários amapaenses na Fipan 2019





























A participação de 14 empresários na missão de negócios à Fipan 2019, em São Paulo, resulta num volume de R$ 1.350 milhão, em negócios gerados para aquisição de máquinas, equipamentos e acessórios de panificação

Denyse Quintas

A Missão Empresarial para a Feira Internacional de Panificação, Confeitaria e do Varejo Independente de Alimentos (Fipan 2019), em São Paulo, reúne 14 empresários amapaenses da Cadeia do Trigo no Amapá. O objetivo é a prospecção de novos fornecedores, novas tecnologias em máquinas e equipamentos, e gestão de negócios; aproximar o empresário panificador de uma empresa de suprimentos, conferir de perto as novas tendências de mercado em temas variados em panificação, confeitaria e cake designers, receitas exclusivas e novos fornecedores de matéria-prima e insumos para estreitar parceria com os empresários amapaenses.


Share:

terça-feira, 30 de julho de 2019

Sebrae apresenta resultados do Workshop de Comércio Exterior









O evento conta com 137 participantes, em programação voltada à preparação dos pequenos negócios para acesso ao mercado internacional
Jamille Rosa

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), realiza o Workshop Sebrae de Comércio Exterior. O evento é uma iniciativa da Unidade de Políticas Públicas do Sebrae no Amapá (UPP/Sebrae), e reúne microempreendedores individuais, microempresas, empresas de pequeno porte, importadores e exportadores, para disseminar informações estratégicas de acesso ao mercado externo ao público amapaense.

De acordo com o presidente do Conselho Deliberativo Estadual do Sebrae no Amapá (CDE) e da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Amapá (Faeap), Iraçu Colares, o Amapá vive um momento favorável para o desenvolvimento do comércio exterior, e por isso, este evento é um dos primeiros passos para qualificar o ecossistema empresarial local.

O diretor de administração e finanças do Sebrae no Amapá, Marcell Harb, conta que o workshop é uma iniciativa para reunir parceiros estratégicos e disseminar conhecimento sobre os procedimentos básicos de importação e exportação, diante da competitividade no mercado internacional.

Programação

A programação no workshop, contou com o Painel Comércio Exterior na Prática, ministrado pelo moderador e conselheiro do Sebrae no Amapá, Gustavo Reis; apresentação do Programa de Qualificação Para Exportação, PEIEX, ministrada pela monitora e técnico extensionista do programa, Ruthele Pereira e Eduardo Leite, respectivamente; apresentação do Portal Único Siscomex, da Receita Federal do Brasil (RFB), pelo auditor fiscal, Cláudio Moraes e analista tributário, Rogério Brito; apresentação do Programa Exporta Fácil, pelo analista, Heráclito da Costa Junior; apresentação do Programa de Financiamento às Exportações, do Banco do Brasil, ministrada pela gerente de negócios internacionais do Banco do Brasil, Danielle dos Santos; apresentação do caso de sucesso da primeira exportação à Guiana Francesa pela ponte binacional, realizada pela empresa amapaense Franbraz.

Parceiros

O Sebrae no Amapá, conta com a parceria do Núcleo do Programa de Qualificação para Exportação em Macapá, Governo do Estado do Amapá (GEA), Receita Federal do Brasil (RFB), Correios, Banco do Brasil e a empresa amapaense Franbraz.

O evento ocorreu na Sede do Sebrae em Macapá, na última terça (23), das 18h às 22h. A solenidade contou com as presenças do presidente do CDE/Sebrae/AP e da Faeap, Iraçu Colares; diretor superintendente do Sebrae no Amapá, Waldeir Ribeiro; diretor de administração e finanças do Sebrae no Amapá, Marcell Harb; cônsul honorário da França no Amapá, Fabian Furnê; diretora de atração e investimentos da Agência Amapá, Tânia Murici; presidente da Associação Comercial e Industrial de Oiapoque (Acoi), Lilma da Silva Campos; conselheiro do CDE/Sebrae, Gustavo Reis.


Serviço:
Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
(30/7/2019)

Share:

sexta-feira, 26 de julho de 2019

Prefeituras no estado do Amapá assinam contrato de adesão para aplicação de curso do Sebrae nas escolas







O Curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos é voltado ao ensino fundamental, e desenvolve o comportamento empreendedor nos alunos. A capacitação atende estudantes da área urbana, rural e indígena

Jamille Rosa

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), realiza parceria com as prefeituras dos municípios de Pedra Branca do Amaparí e Amapá, para implementação do Curso Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEPP). A capacitação faz parte do Programa Nacional de Educação Empreendedora (PNEE), e possibilita que os estudantes do ensino fundamental aprendam de forma lúdica a desenvolver habilidades e comportamentos empreendedores. O contrato de adesão é de 2 anos.

De acordo com a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo, O PNEE, é um projeto que tem transformado a educação brasileira, e aqui no Amapá não seria diferente, pois, o Sebrae está num esforço conjunto com as prefeituras municipais, para que possam utilizar o programa, uma capacitação completa que atende tanto os professores, quanto os alunos.

Municípios

A prefeita do município de Pedra Branca do Amaparí, Beth Pelaes, agradece ao Sebrae, por estar proporcionando ao município, a educação empreendedora. “O JEPP é um curso importante, pois, possibilita que os jovens empreendam desde criança”, disse a prefeita.

Para o prefeito do município de Amapá, Carlos Sampaio, é um momento de muita felicidade para o município, pois já no ensino fundamental, as crianças são preparadas para o empreendedorismo, e com isso, desenvolvem atributos e atitudes necessários para a gestão da própria vida, assim como são instigadas a criar o próprio negócio futuramente.

JEPP

O JEPP estimula os comportamentos empreendedores entre crianças e adolescentes, assim como incentiva à prática do empreendedorismo e o protagonismo juvenil. Nos municípios de Pedra Branca do Amaparí e Amapá, o curso vai atender 1.277 e 865 alunos, respectivamente.

Parceria

A assinatura de contrato de adesão ao JEPP, ocorreu nos dias 23 e 24 de julho, no gabinete da diretoria técnica do Sebrae no Amapá, às 10h. A ação contou com a participação da diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo; diretor de administração e finanças do Sebrae no Amapá, Marcell Harb; prefeita do município de Pedra Branca do Amaparí, Beth Pelaes, secretária de educação do município de Pedra Branca do Amaparí, Richelly Souza; prefeito do município do Amapá, Carlos Sampaio; secretária municipal de educação do município do Amapá, Maria de Nazaré Salles; gerente da Unidade de Educação Empreendedora (UEE/Sebrae), Denise Nunes; gestora estadual do PNEE, Marilia Correia; analista técnica da Unidade de Assessoria Jurídica do Sebrae no Amapá (Uasjur), Jéssica Oliveira.

Serviço:
Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: 
www.ap.sebrae.com.br
Blog: 
www.sebraeap.blogspot.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap

Share:

Edição 2019 do Projeto Jovem Descolado realiza aula inaugural gratuita









O projeto capacita jovens com idade de 16 a 24 anos, nos municípios de Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque
Jamille Rosa

O Sebrae no Amapá, realiza aula inaugural da 3º edição do Projeto Jovem Descolado. O evento acontece na sede da instituição em Macapá, no dia 10 de agosto, às 16h. A ocasião, marca o início das atividades do projeto em 2019. O objetivo é capacitar jovens para o mercado de trabalho, assim como oferecer conhecimento necessário para um empreendedorismo eficaz na vida pessoal, profissional e empresarial.

De acordo com a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo, a partir do projeto, o jovem desenvolve e aprimora características do comportamento empreendedor, aliados as tendências e exigências do mercado para o futuro profissional.

“O Projeto Jovem Descolado, já capacitou mais de mil participantes em Macapá, Santana e Laranjal do Jari, e em virtude do resultado exitoso da capacitação em 2018, a edição 2019 inicia com atividades no município de Oiapoque”, disse a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

Programação

A programação do lançamento conta com a apresentação do Projeto Jovem Descolado, realizada pela diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo; com atrações artísticas e culturais; e com a palestra do jovem empreendedor conhecido nacionalmente, Davi Braga, que aos 13 anos, criou a primeira empresa, uma startup de venda de material escolar online, intitulada List-it, um exemplo para jovens e adultos que enxergam no empreendedorismo um caminho para a vida profissional.

Capacitação

As aulas do Projeto Jovem Descolado iniciam no mês de agosto, com carga horária de 110 horas. Ao final da capacitação, ocorre a formatura e posteriormente, é organizada pelo Sebrae e parceiros, o evento intitulado Balcão de Oportunidades, que consiste numa rodada de entrevistas e apresentação dos jovens às empresas, para possíveis contratações ou cargo reserva. A ação conta ainda com orientação empresarial.

Para mais informações sobre o projeto, os interessados podem entrar em contato com a Unidade de Educação Empreendedora do Sebrae no Amapá (UEE/Sebrae), pelo número 3312 2834, falar com a gestora de projetos do Sebrae, Thaís Almeida.

Parceiros

O Sebrae no Amapá conta com a parceria da Secretaria de Inclusão e Mobilização Social (SIMS), Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas para Juventude (Sejuv), Secretaria Extraordinária de Políticas para Mulheres (SEPM), Secretaria Extraordinária de Políticas para os Povos Afrodescendentes (Seafro), e com a Secretaria Extraordinária dos Povos Indígenas (SEPI), na edição 2019 do Projeto Jovem Descolado.

Serviço
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap

Share:

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Feira Itinerante de Mazagão Novo acontece neste sábado (20)





Com o slogan ‘Um jeito fácil de vender e uma ótima forma de comprar’, o evento promove um circuito de comercialização com venda de confecções, calçados, bijuterias, brinquedos, artesanatos, decoração e produtos rurais com preços a partir de R$1 real


Isabel Ubaiara 


O Sebrae no Amapá, em parceria com a Prefeitura Municipal de Mazagão, realiza a Feira Itinerante de Mazagão Novo, na orla do município, neste sábado (20), das 8h às 18h. O objetivo é fortalecer os grupos populares de empreendedores e produtores locais, afim de incentivar a cultura do empreendedorismo na comunidade.

De acordo com o coordenador da Agência do Sebrae em Santana e coordenador da feira, Iranei Lopes, o evento é um movimento comercial a céu aberto, que proporciona entretenimento e fortalece a economia local, com a venda de variados produtos a preços populares. “A feira representa uma alternativa de renda para a comunidade e estimula a cultura do empreendedorismo”, disse o coordenador da Agência do Sebrae em Santana e coordenador da feira, Iranei Lopes.

Ele explica, que após articulação com líderes da associação comercial e rural, que apresentaram uma proposta estratégica, de promover a feira na orla da cidade, pois no sábado o movimento maior, onde a maioria dos produtores e comerciantes comercializam seus produtos e a comunidade comparece.

Feira 

A Feira Itinerante de Mazagão, conta com 16 expositores do segmento de comércio e quatro (4) produtores rurais; 10 expositores são do Município de Mazagão Novo e seis (6) do Município de Santana.

Confecção

São comercializados artigos de confecção novos e seminovos, como cintos, bolsas, cosméticos, perfumaria, recipientes de plásticos, artesanatos, calçados, bijuterias, brinquedos e decoração. 

Produtores

Nos expositores dos produtores rurais, são comercializados farinha, banana, laranja, alface, cheiro verde, abóbora, melancia, goma de tapioca, pepino, limão e couve.

Parceiro 

Para a Feira Itinerante de Mazagão, o Sebrae no Amapá conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Mazagão. A coordenação geral é da gerente de Unidade de Políticas Públicas do Sebrae, Célia Almeida.


Serviço
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap




Share:

Pacto pela inovação. A força que se consolida no desenvolvimento econômico do Amapá





  












Sebrae, startups, instituições de pesquisa, parlamento federal, estadual e municipal, universidade federal e estadual, são os atores no Ecossistema de Inovação no estado para o desenvolvimento econômico com oportunidade de emprego e renda para os jovens




Denyse Quintas



O Amapá experimenta no Sebrae, mais um importante momento da história do Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação – o Pacto pela Inovação. Uma demanda da Associação Amapaense de Tecnologia da Informação (Amapatec) e por startups reunidas na Comunidade Tucuju Valley. O objetivo é debater estratégias para o fortalecimento da inovação; reunir esforços que resultem no apoio à pesquisa; estruturação de espaços de inovação e incentivo às experiências que geram conhecimento, desenvolvimento econômico e oportunidades de emprego e renda para os jovens.



Segundo a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo, a reunião ampliada, ocorrida no Sebrae, no dia 13 de julho, às 9h, intitulada, Pacto Pela Inovação no Amapá, foi um marco histórico nesse processo de fortalecimento do Ecossistema de Inovação. “O Sebrae no Amapá, participa ativamente deste movimento desde 2011 e a partir de 2014, com projetos estruturados fez a sensibilização, por meio da Educação Empreendedora; em seguida a pré-aceleração e aceleração das Startups. O Amapá, já tem identificadas 18 Startups atuando em vários segmentos. É um movimento irreversível e fundamental para o desenvolvimento econômico no estado”, disse a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

De acordo com ela, a economia precisa de alternativas de negócios inovadores e as Startups e os negócios digitais, vêm com essa proposta de fomentar a geração de emprego e renda, pois não há como desassociar o crescimento e o desenvolvimento, da ciência e tecnologia. Esse momento, foi a primeira reunião ampliada, com os entes que compõem o ecossistema no estado, numa iniciativa do senador Randolfe Rodrigues, que lidera o movimento no campo político e que fez o chamamento das instituições e do poder público para conhecerem as necessidades no ecossistema. 

Workshop

“Na véspera da reunião ampliada, o Sebrae realizou um Workshop de alinhamento e preparatório. Nossa contribuição foi com o diagnóstico consolidado para os próximos 5 anos. Identificamos os atores, os papéis e sobretudo, indicando os resultados que pretendemos alcançar. A partir desse pacto, que foi interinstitucional, envolvendo poder público, iniciativa privada e academia, possamos cumprir os prazos para que de fato tenhamos em 5 anos, o Amapá e a Amazônia como referência em ciência e tecnologia para o mundo”, explica a diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo.

GEA

O vice-governador do Estado do Amapá, Jaime Nunes, destaca a importância de estar junto às autoridades e representantes dos setores públicos e privados, discutindo uma proposta de estruturação e fortalecimento do Ecossistema de Inovação no Amapá. “Vamos trabalhar para fazer acontecer, por meio de políticas públicas de apoio e incentivo àqueles que buscam explorar ideias e atividades inovadoras no mercado. É preciso juntar esforços de todos os envolvidos para gerar conhecimento, emprego e renda para a nossa população”, ressalta o vice-governador do Estado do Amapá, Jaime Nunes.

Anúncio

Na ocasião, foram estabelecidas ações, a exemplo do Projeto de Lei 3466/2019, de autoria do senador Randolfe Rodrigues, que cria o Fundo de Financiamento às Empresas Startups, e foi anunciado a Emenda Parlamentar que disponibilizará o valor de R$ 300 mil, para a implantação do Centro de Aceleração de Startups. 

Memória

O especialista em pequenos negócios, Maikon Richardson, apresenta na reunião do Pacto de Inovação, a memória do Sebrae no Amapá e a instituição, como um dos principais atores no desenvolvimento das Startups e principalmente, na economia digital no estado do Amapá. Desde 2014, o Sebrae vem realizando ações de fomento, de incentivo a empreendedores do meio digital, na área de tecnologia com o Startup Day.

Em setembro de 2014, o Sebrae no Amapá, realizou o primeiro Startup Day, que foi um evento com a participação da Proesc, OrçaFascio, ABS Startup, e mais 280 pessoas. Um Marco nesse início de fomento ao desenvolvimento de uma cultura tecnológica.

Em 2015, o Sebrae passou a reunir e a trafegar junto a parceiros no estado, como Universidade Federal do Amapá (Unifap), Instituto Federal do Amapá (Ifap), Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia (Setec) e tantos outros; e junto com a Techstar que é uma instituição de Aceleração das Startups no Brasil e no mundo, criou uma Rede de Parceiros que permitiu que em novembro de 2015, a gente realizasse o primeiro Start-AP na Expofeira de Macapá; foi um dos eventos dentro da Expofeira com o objetivo de selecionar ideias inovadoras, naquela época a Agência Amapá, foi a instituição que capitaniou todo esse processo dentro da Expofeira; e também o Start-AP, foi uma chamada para o Startup Weekend, que é um evento da Techstar, um dos nossos parceiros e que foi realizado no Ifap, em novembro de 2015. 

Em 2011, o Ifap realizou o Startup Weekend que também foi um dos marcos nesse processo e contou com a parceria do Sebrae no Amapá que já tinha começado um trabalho na Campus Party. O evento promovido pelo Ifap e parceiros trouxe pela primeira vez, metodologias estruturadas, com foco em desenvolver ideias inovadoras.

Primeiro Projeto Startup

O Ifap realizou em 2016 e 2017, mais duas edições Startup Weekend, sempre com apoio do Sebrae. Em 2016, foi realizado o segundo Startup Weekend; e em 2017, o Sebrae vendo essa movimentação e principalmente, vendo que as ideias que estavam saindo do Startup Weekend, precisavam de uma continuidade, criou em fevereiro de 2017, o primeiro Projeto de Startup, o primeiro projeto no estado do Amapá, de incentivo ao desenvolvimento de empresas inovadoras; ainda em 2017, aconteceu o terceiro Startup Weekend e já em março de 2018, o Sebrae lança dentro do Projeto de Startup, o primeiro Ciclo de Aceleração de Startups, já era o momento, para que essas Startups que estavam em fase de ideação, ou seja, que estavam saindo da área de curiosidade, que já tinham aprendido e participado de três (3), Startup Weekend, estava na hora de passarem por um processo de aceleração, para ganhar maturidade; então em março de 2018, esse Ciclo de Aceleração dentro do Projeto Startup do Sebrae e junto com vários parceiros do projeto, ganhou vida. 

Esse mesmo processo de aceleração, permitiu que a gente pudesse entrar no circuito nacional, participando da 4ª Edição do Startup Day Nacional, um evento que aconteceu em todo o Brasil, em março de 2018.

Já em 2018, como parte dos resultados do projeto de aceleração do Projeto Startup do Sebrae, a gente teve as primeiras Startups classificadas em eventos nacionais, que foi o caso da UndoBox, uma Startup do local, que em junho de 2018, se classificou já em eventos nacionais; não só a UndoBox, como outras Startups começaram a ter destaque nacional e participar de eventos nacionais. 

Pacto

Em março de 2019, o Sebrae realizou a 5ª edição do Startup Day, consolidando esse evento e sincronizado em nível nacional. E agora, em julho de 2019, mais um marco, que é a criação de um Pacto para a Inovação, um marco onde se lançam novas possibilidades e novos olhares sobre a economia digital, a economia voltada para o desenvolvimento de empresas inovadoras com alta escalabilidade, que é o que aconteceu agora recentemente dentro do Sebrae.

O Sebrae sendo o principal ator nesse processo mais uma vez. Atualmente, o cenário local envolve várias instituições com espaços de tecnologias e de conhecimento, que podem transformar a economia do estado, talvez num grande pólo de desenvolvimento, de serviços inovadores para todo mundo.

Emenda

Na reunião realizada no Sebrae, no último sábado (13), foram estabelecidas ações, a exemplo do Projeto de Lei 3466/2019, que cria o Fundo de Financiamento às Empresas Startups, e foi anunciado pelo senador Randolfe Rodrigues. A Emenda disponibiliza R$ 300 mil, para a implantação do Centro de Aceleração de Startups no Amapá. 

Senado Federal

O presidente do Senado da República, senador Davi Alcolumbre, declara que vai acelerar a pauta de votação no Congresso Nacional.

Eventos Startups do Sebrae no Amapá – 2014/2019

Setembro/2014 - Startup Day 
2015 – Reuniões com a Techstar e parceiros
Novembro/2015 – Startup na 51ª Expofeira 
Novembro/2015 – Startup Weekend – Ifap
Novembro/2016 - Startup Weekend
Fevereiro/2017 – Nasce o Projeto de Startup do Sebrae
Setembro/2017 – Startup Weekend 
Março/2018 – Lançamento do 1° Ciclo de Aceleração de Startups. 
Março/2018 – 4ª Edição Startup Day Nacional 
Junho/2018 – Startups Undobox classificadas em eventos nacionais 
Março/2019 – 5ª Edição Startup Day.

Ecossistema de Inovação

A diretora técnica do Sebrae no Amapá, Marciane Santo; recebeu na instituição, para consolidar o Pacto de Inovação no Amapá, o presidente do Congresso Nacional, senador Davi Alcolumbre; senador do estado do Amapá, Randolfe Rodrigues; vice-governador do Estado do Amapá, Jaime Nunes; prefeito do Município de Macapá (PMM), Clécio Luís; deputados estaduais, Paulo Lemos; Jesus Pontes; Edna Auzier; Paulinho Ramos; titular da Secretaria de Estado da Ciência e Tecnologia do Amapá (Setec/AP), Rafael Pontes; Reitora da Universidade do Estado do Amapá (Ueap), Kátia Paulino; secretário Municipal de Governo da PMM, Edivan Barros; Vice-Reitora da Unifap, Simone Leal; gerente da Setec, Josiane do Espírito Santo; CEO da Empresa OrçaFascio, Ronelle Rodrigues; CEO da Empresa Aprova EAD, Evelyn Auzier; diretor do Núcleo de Inovação e Transferência de Tecnologia da Universidade Federal do Amapá (Unifap), Márcio Lobato; coordenador no Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Everaldo Vasconcelos; diretor de Operações do SESI/Senai, Moisés de Aguiar; Pró-reitora do Instituto Federal do Amapá (Ifap), Erika Bezerra; CEO da Empresa Proesc.com, Felipe Ferreira; marketing na Startup Proesc.com e membro da Comunidade de Inovação do Estado, Tucujú Valley, Lindomar Góes Ferreira; responsável pelo Comitê Local de Propriedade Intelectual na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Adilson Lima; vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia para Inovação Tecnológica (Profnit/Unifap), Daniel Chaves; diretora no Instituto Nacional Leva Ciência, Danielle Pereira; CEO na Startup Univoto, Weverton Nelluty; coordenador do gabinete do Senador Randolfe Rodrigues, Charles Chelala; CEO da Mentora de Startups, Bruna Barbosa; representante da Unidade de Inovação e Tecnologia do Sebrae no Amapá (Unic), Rômulo Brasão; Unidade de Atendimento Coletivo – Comércio e Serviço do Sebrae no Amapá (UAC-CS), representada pela gestora do Projeto Startup, Josseli Pantoja e a Unidade de Atendimento Individual do Sebrae no Amapá (UAI), representada pelo especialista em pequenos negócios do Sebrae no Amapá, Maikon Richardson.


Serviço:
Sebrae no Amapá
Unidade de Marketing e Comunicação: (96) 3312-2832
Central de Relacionamento: 0800 570 0800
Portal Sebrae: www.ap.sebrae.com.br
Twitter: @sebraeap
Facebook: /sebraeap



Share: